scroll

A EAD Fácil, startup de Bento Gonçalves (RS), apostou no ‘conceito Netflix’ e trouxe ao mercado uma nova plataforma de treinamento corporativo, com foco na experiência do usuário e em uma navegação intuitiva. A interface, baseada na gigante vermelha do streaming, incentiva o consumo dos conteúdos e a navegação livre. Ali, é possível interagir com os conteúdos e entre as equipes. Qualquer ação na plataforma pode ser executada em até três cliques.

A ideia da startup é que o ensino à distância seja o mais descomplicado possível. Fundada em 2019, a EAD Fácil nasceu de uma seleção do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e ganhou o mundo com sua solução inovadora para a eficácia das universidades corporativas on-line. A operação cresceu mais 300% em 2020, uma chegada acelerada ao mercado nacional e internacional.

O objetivo é ajudar a resolver as dores da falta de engajamento e de medição do impacto nas empresas. Treinar, engajar e cuidar da saúde emocional dos colaboradores sempre foi um desafio, mas que assumiu um novo patamar desde que a nossa casa virou o nosso escritório. Isso porque as capacitações de equipe, a medição de desempenho e a própria relação entre gestores e colaboradores tornou-se quase 100% virtual.

Nosso propósito é transformar a educação on-line em uma experiência prazerosa e eficiente, mas também trabalhar a questão dos indicadores, tornando a área de recursos humanos mais estratégica na tomada de decisão”, explica o CEO da EAD Fácil, Moa Vianna.

Com a plataforma é possível criar treinamentos com cursos on-line individuais ou trilhas com multiformatos de instrumentos de aprendizagem, como streaming de vídeo, PDFs, PPTs, avaliações, vídeos incorporados, LIVES, conteúdos no padrão SCORM, entre outras opções.

Somada a todas essas funcionalidades, a interface tem espaços voltados à saúde emocional dos funcionários, com um sistema que busca dar apoio através de modelo de Inteligência Artificial baseado no conceito de psicologia positiva. Conteúdos exclusivos voltados ao tema são lançados constantemente na plataforma.

“Nada adianta treinar os colaboradores sem cuidar dessa parte emocional primeiro, ainda mais em um período de pandemia que tem gerado tanta incerteza” enfatiza Vianna.

A EAD Fácil é uma das cinco startups do especial Radar Caldeira Serra, uma iniciativa que conta com a curadoria do Instituto Caldeira e do Instituto Hélice, projeto da Serra Gaúcha que tem como mantenedoras Florense, Marcopolo, Metadados, Randon e Soprano. A ideia é apresentar as jovens empresas que estão contribuindo para a transformação de importantes indústrias gaúchas.

Crescimento acelerado e internacional

Rumo à internacionalização, a EAD Fácil está expandindo seu produto para 23 países em 2021. Entre eles, China, Índia, Canadá e Emirados Árabes. Um dos motivos para o crescimento estrondoso é que o sistema de gestão e treinamento empresarial da startup caiu como uma luva para as redes de franquia.

Com sua interface simples e acessível, e a possibilidade de padronizar em massa treinamentos, trilhas de aprendizado e conteúdos explicativos, além de gerar indicadores consistentes, a EAD Fácil adentra os países do mundo.

Além disso, Vianna analisa que o crescimento de mais de 300% da startup em 2020 também é resultado de um gap que existia de novas tecnologias para esse ambiente de trabalho remoto, e que veio com força em função do cenário de pandemia.

“Mesmo que 80% dos setores tenham sido negativamente impactados, a tecnologia não foi uma delas. A pandemia aumentou a demanda por treinamentos on-line e nos preparamos para criar cada vez mais um conteúdo robusto para entender o mercado. Amadurecemos muito em 2020”, acrescenta o empreendedor.

Para 2021, a EAD Fácil tem a expectativa de um ano ainda melhor nos resultados da empresa. “Vejo uma pequena retomada no mercado em geral, tanto é que estamos focados no escalonamento em 2021. Vamos iniciar em julho um processo muito forte para escalar a empresa, focando na parte de marketing e vendas”, diz.

Ambiente de inovação no RS precisa evoluir

Nascida no eixo no Rio/São Paulo, mas logo depois acomodando sua sede em Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha, a EAD Fácil acelera suas operações em um ecossistema que Vianna considera muito bom para as startups.

“O ambiente de inovação gaúcho já deu seu start e está mais atrativo para novas empresas de tecnologia, assim como a Serra tem evoluído muito bem. Mas ainda há um longo caminho a ser trilhado”, projeta.

Na sua opinião, a conexão entre empresas tradicionais e startups têm sido mais forte e impulsionada pela tecnologia. No caso da Serra, percebe o CEO, isso se dá mais entre startups e o setor industrial. “A gente pode evoluir muito, mas já temos um ambiente amadurecido”, comemora.

Na foto, a partir da esq., os sócios Luiz Inácio, Moa Vianna e  Roberto Soares

Raio X

 Nome da startup: EAD Fácil,

Nome dos sócios: Moa Vianna, Luiz Inácio, Roberto Soares

Estágio: Aceleração

Segmento: Educação

Número de colaboradores: 3

Investimento já recebido: Anjo

Principal produto: Plataforma LMS para treinamentos corporativos on-line