scroll

A partir desta sexta-feira (29), Porto Alegre passou a contar com a quinta geração de serviços de telefonia móvel. A expectativa é que a nova tecnologia possibilite velocidades de 2 gigabit por segundo (Gbps) – atualmente, o 4G varia entre 13 Mbps e 80 Mbps – e baixa latência, habilitando uma série de tecnologias e novos serviços.

Para celebrar o marco, a Claro, uma das operadoras que ofertará esse serviço, iluminou cinco marcos da cidade: o Instituto Caldeira, o Monumento aos Açorianos, o Laçador e as Torres da Claro e da Embratel. A iniciativa está sendo apoiada pelo projeto ‘A Energia da Claro’, considerado o maior programa de geração distribuída de energia limpa entre empresas privadas do País.

Bairros que o 5G estará disponível em Porto Alegre a partir de sexta-feira

Claro: Higienópolis, Moinhos de Vento, Jardim Europa, Boa Vista, Mont’Serrat, Auxiliadora, Bela Vista, Petrópolis, Três Figueiras, Rio Branco, Tristeza e Vila Assunção.

TIM: Independência, Santana, Centro, Santa Tereza, Santo Antônio, Jardim Lindoia, Menino Deus, Cristo Redentor, Navegantes, Bom Jesus, Rubem Berta, Itu Sabará, Sarandi, Vila Ipiranga, Nonoai, Moinhos de Vento, Passo D´Areia, Partenon, Cidade Baixa, Humaitá, Maria Gorete, São Sebastião, Bela Vista, Auxiliadora, São Geraldo, Cavalhada, Cascata, Alto Petrópolis, Petrópolis, Boa Vista, Floresta, Praia de Belas, Protásio Alves

Vivo: ainda irá apresentar a sua estratégia

O impacto do 5G no mundo

Na Europa, o 5G vai gerar um incremento de mais de € 2 trilhões em vendas entre 2021 e 2025, e ainda agregará € 1 trilhão ao PIB.

Nos Estados Unidos, o crescimento com o 5G será de mais de US$ 2,7 trilhões em vendas, enquanto o PIB terá acréscimo de US$ 1,5 trilhão nesse período. Em relação ao nível de emprego, só nos EUA, o 5G tem potencial para criar 16 milhões de empregos em todos os setores da economia.

Fonte: Accenture