scroll

A saúde mental se tornou não apenas uma questão social mais ampla com a pandemia da Covid-19, mas um grande desafio para as empresas. Cerca de 90% dos brasileiros estão enfrentando problemas como estresse, ansiedade e depressão, segundo pesquisa realizada no ano passado pela Oracle e a Workplace com mais de 12 mil funcionários, gerentes, líderes de RH e executivos C-level em 11 países.

Um cenário desafiador, mas que abriu caminho para startups com soluções inovadoras capazes de apoiar as pessoas nessa jornada. É o caso da healthtech gaúcha Cíngulo.

O aplicativo de terapia guiada criado pela empresa para tratar da ansiedade, estresse, autoestima, insegurança, ânimo e foco já teve cerca de 2,3 milhões de downloads e mais de 150 mil avaliações positivas.

Disponível para Android e iOS, a solução utiliza vídeos, áudios e textos motivacionais para ajudar a melhorar ou preservar a saúde mental dos usuários. Antes de entrar em uma jornada de autoconhecimento, um teste indica os principais traços emocionais de cada pessoa. Esse questionário foi elaborado com base no resultado de uma pesquisa feita pela equipe de psiquiatras e neurocientistas do app, que aplicou autoavaliações em profundidade com 200 mil pessoas, e foi validada cientificamente e publicada em diversos artigos nacionais e internacionais.

Feita essa etapa, o aplicativo oferece um programa de sessões pré-gravadas para o usuário. “Cada encontro fala de um problema pontual e propõe uma técnica, que gera uma experiência de resolução, cura e libertação do problema”, detalha o CEO da Cíngulo, Diogo Lara. O aplicativo foi considerado o melhor app do Google em 2019.

O empreendedor, que também é médico psiquiatra, comenta que o aplicativo não foi criado para ser um substituto do terapeuta tradicional e, sim, uma ferramenta complementar ao tratamento de saúde mental. O app tem o potencial de ser uma porta de entrada para pessoas que buscam superar problemas através do autoconhecimento. “A maioria dos brasileiros não consegue fazer terapia por questões de dinheiro, tempo ou resistência psicológica. Diante disso, a experiência com o app da Cíngulo pode ser muito transformadora”, aponta.

Em casos mais graves, que são identificados nos testes iniciais, o usuário recebe a recomendação do próprio app para procurar um profissional.

Oxigenando o sistema de saúde 

A Cíngulo é mais um exemplo de healthtechs que vem ganhando espaço em um mercado cada vez mais consciente da importância da  transformação da saúde. Nos últimos cinco anos, o número de healthtechs brasileiras duplicou, passando de 265 em 2015 para 542 em 2020. Os dados são da pesquisa Distrito Healthtech Report Brasil 2020. Desde 2014, foram investidos US$ 430 milhões nas startups de saúde e criadas inúmeras soluções responsáveis por dar uma nova cara ao sistema de saúde como um todo.

Grandes players têm alta penetração no mercado, mas enfrentam dificuldades em inovar por estarem comprometidos com uma série de processos do dia a dia da operação. Por isso a importância das startups para ajudar a oxigenar o sistema de saúde”, destaca Lara.

A Cíngulo foi acelerada pela WOW em 2016. O aplicativo já está no mercado há quatro anos e é administrado por uma equipe de 14 pessoas de diferentes cidades, embora seu núcleo principal esteja localizado em Porto Alegre.

A meta em 2021 é focar não só no produto, mas na estrutura de crescimento da startup. “Queremos ganhar espaço no Brasil como uma solução de saúde mental recorrente. Estamos na fase seed e, com o produto maduro, devemos receber um investimento representativo para poder entrar num estágio de crescimento”, projeta Lara.

A Cíngulo é uma das healthtechs destacadas no levantamento realizado pelo Instituto Caldeira e Sebrae RS, e que revela as startups gaúchas que prometem se destacar neste ano por verticais, como saúde, varejo, finanças, entre outros.

Raio X

Nome da startup: Cíngulo

Nome dos sócios: Diogo Lara e Gustavo Ottoni

Estágio: Tração

Segmento: Saúde mental

Número de colaboradores: 14

Investimento já recebido: R$ 150 mil

Principal produto: Aplicativo de terapia guiada