scroll

Um dos fundadores do Instituto Caldeira, o Banrisul acaba de fortalecer ainda mais a parceria com o hub de inovação ao se unir ao Campus Caldeira, plataforma de educação do instituto que tem como um de seus patrocinadores o banco gaúcho. Lançado em julho, o projeto aposta na formação de talentos para a nova economia e tem o objetivo de aproximar os entusiastas da educação, conectando poder público, grandes corporações, startups e parceiros educacionais.

Ao nos associarmos ao Campus Caldeira, temos o objetivo de promover ainda mais a cultura de inovação no Banrisul e no Estado”, resume o superintendente da unidade de Desenvolvimento da Universidade Corporativa Banrisul, Márcio Kaiser.

A iniciativa terá um espaço no segundo andar do Caldeira, ocupando parte dos 22 mil m² de sua sede. Neste local, o Banrisul – um dos maiores bancos do Brasil – pretende levar a sua universidade corporativa e inspirar os seus colaboradores com o ambiente de empreendedorismo e inovação presente no local.

Queremos participar de palestras, cursos, eventos e pitches que serão realizados lá. Como contrapartida, teremos também a oportunidade de promover hackathons à comunidade”, detalha Kaiser.

O Banco deve, ainda, contar com uma sala no Campus, onde realizará suas ações de educação corporativa. O gestor do Banrisul explica que, nos últimos dois anos, o modelo de educação da organização passou do presencial para o virtual em razão da pandemia.

Agora, a intenção é estabelecer um formato híbrido para a capacitação dos colaboradores. Os cursos de formação, treinamentos de produtos e serviços, palestras e workshops ocorrerão no Campus, onde passará a ser o principal espaço físico de realização de treinamento da modalidade presencial da Universidade Corporativa do Banrisul.

A nossa presença no Campus se dá, principalmente, porque precisamos acompanhar a velocidade das mudanças no setor financeiro e a educação corporativa é a base desse processo. Mais do que um espaço físico, o Campus Caldeira proporcionará aos profissionais do Banrisul um ambiente de inovação e oportunidades como poucos lugares oferecem no Brasil”, ressalta Kaiser.

Outros programas do Banrisul que migrarão em parte para o Caldeira, conforme o superintendente, são o Jovem Aprendiz e o Projeto Pescar, que este ano completa 20 anos. A iniciativa busca promover a inserção no mercado de trabalho a adolescentes e jovens que se encontram em situação de vulnerabilidade social.

Banco contribuirá para formação de jovens em educação financeira

A primeira iniciativa concreta do Campus Caldeira é o Programa Nova Geração, promovido em parceria com players gigantes do mercado, como a Amazon Web Services (AWS), o Google, a Microsoft, a Oracle e a Salesforce. Lançado em julho, o projeto tem como objetivo encontrar, capacitar e empregar mais de 500 jovens talentos (de 16 a 24 anos) alunos e ex-alunos da rede pública, já nessa primeira edição. Além da qualificação técnica, os jovens receberão capacitações para desenvolverem habilidades socioemocionais, tais como educação empreendedora com o Sebrae.

De acordo com o superintendente da Universidade Corporativa do Banco, Márcio Kaiser, o Banrisul também fará parte da formação dos participantes, auxiliando na área em que é especialista.

O Banco entende que precisa retornar para a sociedade um pouco de tudo aquilo que recebe. E como pode fazer isso? Através do que é a sua expertise: a educação financeira”, revela ele.