scroll

O RX Ventures, fundo de Corporate Venture Capital (CVC) lançado pela Lojas Renner em março, acaba de realizar o seu primeiro investimento, em uma startup dedicada ao desenvolvimento de soluções inovadoras de tecnologia para o varejo. O aporte minoritário foi feito na Logstore, com sede em São Paulo, em uma rodada liderada pela Domo Invest, uma das principais gestoras de VC no Brasil.  A Renner é uma das fundadores do Instituto Caldeira.

Fundada em 2017 por Helson Santos e Diego Dias, a Logstore amplia a integração entre o varejo físico e o digital por meio de softwares como serviço (Saas, na singla em inglês). A plataforma phygitalda Logstore fornece recursos ponta-a-ponta para as empresas que buscam realizar vendas com entrega ou retirada a partir de suas lojas e para que possam gerenciar todo o ciclo de vida dos pedidos em uma única solução global. Com foco em entregar a melhor experiência aos consumidores após a compra, a plataforma já atende mais de 500 mil pedidos por mês em todo o Brasil e tem clientes como Vivara, Leroy Merlin, Grupo DPSP (Drogaria São Paulo e Drogarias Pacheco) e Grupo Mundial Mix.

As soluções da Logstore permitem que os atendentes das lojas recebam automaticamente, por meio de um aplicativo, os pedidos gerados pelo e-commerce e localizem os produtos no ponto de venda. Com o auxílio de um roteirizador, as soluções entregam agilidade ao processo de entrega de pedidos que não usam o estoque dos centros de distribuição. O tempo de separação e embalagem das mercadorias para envio ou retirada pelos clientes é 78% menor do que nos processos convencionais, nos quais os vendedores precisam acessar diferentes sistemas antes de preparar as encomendas.

O potencial de transformação nas operações de varejo representado pela Logstore justifica o investimento, pois a estratégia do RX Ventures é estimular a inovação em todo o ecossistema de moda e lifestyle”, explica o diretor de Estratégia e Novos Negócios da Lojas Renner, Guilherme Reichmann. “Além disso, para nós é muito importante coinvestir e trocar conhecimento com as melhores gestoras de venture capital do mercado. Em pouco mais de quatro meses, já fizemos conexão com mais de 20 potenciais parceiros”, complementa o executivo.

A Logstore e a Domo, que já havia realizado um aporte inicial na startup, acreditam que a entrada estratégica da Lojas Renner nesta rodada, como líder do varejo de moda no país, pode contribuir com o crescimento e a capacidade de geração de valor da investida.

Nós temos como propósito aumentar cada vez mais o engajamento entre marcas e consumidores. Acreditamos que a experiência qualificada e o alto nível de serviço de entrega fazem com que a jornada do consumidor seja eficiente e prazerosa. O investimento do RX Ventures nos aproxima de um dos principais varejistas da América Latina, além de abrir portas no mercado de moda, um dos maiores segmentos do e-commerce no mundo, e nos permitirá acelerar a estratégia de expandir a tecnologia da Logstore para o mercado Latam”, diz o CEO e cofundador da startup, Helson Santos.

RX Ventures planeja investir em pelo menos 10 startups 

Lançado com o compromisso de aportar R$ 155 milhões em participações minoritárias em ao menos 10 startups, o RX Ventures opera como Fundo de Investimentos em Participações (FIP) num modelo de gestão integrada com a gestora Ahead Ventures. Os segmentos priorizados são Fashion & Retail Tech (varejo de moda), MarTech (conteúdo, marketing e branding), E-commerce e Marketplace, FinTech (soluções financeiras) e LogTech (supply chain e logística), sempre levando em consideração o comprometimento das empresas com boas práticas ESG (ambientais, sociais e de governança), um dos pilares da estratégia da Lojas Renner.

O foco do RX Ventures é direcionado a startups no chamado early stage, tanto as seeds (sementes), com produtos em validação, quanto as “série A”, com níveis um pouco mais elevados de maturidade. O período previsto de permanência no negócio é quatro anos, com mais quatro para desinvestimento.